sexta-feira, 1 de maio de 2009

Do nada ao excesso

Tudo o que se tem visto ultimamente,fala sobre enchentes e cheias de rios.Rios esses que envandem casas,destroem estradas e contribuem para deixar muitas familias entregues a caridade.Bem,isso seria ate costumeiro se fosse no sul ou sudeste.O que espanta e que tudo isso acontece no nordeste,justamente nas areas mais secas.
Estive em muitas dessas areas,e que vi foi um povo carente.Eu vi a FALTA DE AGUA,muitas familias pobres entregues ao semi-arido,com suas casas de taipa ou construcoes simples com adobe,em meio a um sertao sem fim.Que controversia!!!! Nunca imaginei ver rios secos,agora transbordarem,estradas praticamente que nao existem mais(olha que vivo nelas),familias desabrigadas.Choravamos pela seca,agora choramos pela chuva.A chuva que nao dar tregua.
Nem me lembrava mais a ultima vez que havia visto minha cidade(Quixada) com as suas ruas alagadas.Pedimos tanto chuva aos ceus,esse ano veio em abundancia,quando na maioria das vezes nao vem uma gota...lama por toda parte,substituindo a terra seca.
Em breve voltarei aos lugares atingidos e ja espero encontrar pessoas totalmente mudadas,pessoas sempre esperancosas,talvez com o coracao mais sencivel,mas com certeza com outros olhares em direcao aos ceus.


Manu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...